Realizou-se, ontem, a Conferência Internacional sobre Rádio e Televisão Digital Terrestre intitulada "Moçambique Digital". A conferência foi aberta oficialmente pelo Vice-Ministro dos Transportes e Comunicações, Eusébio Saíde.

"Moçambique Digital não é apenas o nome atribuído a uma Conferência. É a nossa profunda aspiração, é a nossa visão, é o futuro. Futuro que inicia agora e indispensavelmente almejado por todos os moçambicanos", disse o Vice-Ministro.

Acrescentou que a mesma "constitui o momento ímpar em que todos os intervenientes do processo de migração para a radiodifusão digital partilharão os seus conhecimentos e experiências, visando a adopção das melhores práticas regionais e internacionais".

Estiveram presentes representantes dos principais operadores de radiodifusão e telecomunicações, instituições de ensino, representantes da sociedade civil, parceiros internacionais com experiência no sector da radiodifusão, bem como outras entidades interessadas e relacionadas com o processo de Migração Digital.

A Conferência centrou as suas atenções no processo de Migração de Radiodifusão Analógica para Digital em Moçambique, África do Sul, Itália, Japão e Portugal. Foram discutidas as melhores práticas a nível regional e internacional de migração digital.

Para o PCA do INCM, Isidoro Pedro da Silva, "a digitalização da radiodifusão destaca-se pelo facto de potenciar o surgimento de novos produtos e serviços, para além da sua enorme capacidade de penetração nos vários sectores da sociedade, implicando alterações na estrutura de custos dos produtos e nas condições de produção e de distribuição de serviços.

"Comparativamente às características assimétricas de um serviço de radiodifusão analógico, a radiodifusão digital permite, na mesma plataforma, a prestação de mais e novos serviços, para além de melhorar, significativamente, o aproveitamento do espectro radioeléctrico".

No final, duas empresas privadas, uma empresa sul-africana e outra japonesa, fizeram demonstrações técnicas sobre as potencialidades da Televisão Digital Terrestre.
A Conferência Internacional sobre Rádio e Televisão Digital Terrestre faz parte de um longo processo preparatório da participação de Moçambique nos eventos alusivos a esta matéria, quer a nível da União Internacional das Telecomunicações e da SADC, quer a nível regional nacional.

É de referir que em todo o mundo, mais de 60 países já completaram ou estão prestes a completar a migração para a Rádio e Televisão Digital Terrestre.

Onde estamos

Praça 16 de Junho nr. 340
Bairro da Malanga, 848 Maputo

mapa

Telecomunicar

Organizações Internacionais

Contacto

Sede: +258 21 227100

Cell: +258 82 328 3850 / +258 84 398 5951

Email: info@incm.gov.mz

Praça 16 de Junho nr. 340 - Bairro da Malanga, 848 Maputo