Workshop discute impacto das frequências electromagnéticas sobre saúde do consumidor.
A 4.ª Assembleia Geral Anual da Associação dos órgãos Reguladores de Comunicações da África Austral (CRASA) terá lugar nos dias 27 e 28 do corrente, em Vilankulo, Província de Inhambane.

O evento vai contar com a participação de representantes dos 13 países (Maurícias e República Democrática de Congo estão ausentes) da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), e decorrerá sob o lema Rumo à excelência nas comunicações.

Como anteriormente reportámos, serão discutidos, entre outras matérias, a regulação e harmonização das políticas de desenvolvimento dos sectores postal e de telecomunicações da África Austral, o Plano de Actividades da CRASA e o orçamento.

Antes da própria assembleia, serão realizadas várias iniciativas, como a Reunião do Comité Executivo do CRASA, três workshops sobre, designadamente, o impacto das frequências electromagnéticas na saúde do consumidor (Telefonia Móvel e Saúde), a qualidade de serviços postais e o rooming.

Na Assembleia Geral será ainda eleito o corpo directivo do CRASA, na qual Moçambique assumirá a presidência rotativa.

Em conformidade com o programa, o Workshop Telefonia Móvel e Saúde (Frequências Electromagnéticas e Saúde, a designação actualizada) começou esta manhã e levará dois dias .

Segundo o Secretário Executivo da CRASA, Antony Chigaazira, "a proliferação das estações de radiocomunicações e de redes tem suscitado a necessidade de se abordar a saúde pública".

Chigaazira acrescentou que "têm sido realizados vários estudos da exposição humana aos campos electromagnéticos e as suas possíveis consequências sobre a saúde".

O impacto das tecnologias de radiocomunicações sobre a saúde pública tem sido uma das grandes preocupações de governos pelo mundo fora.

Este workshop tem o objectivo de fornecer uma plataforma em que a SADC pode actualizar-se sobre pesquisas e conclusões relacionados com os campos electromagnéticos e seu impacto sobre a saúde, e que sustentem as futuras avaliações de riscos.

Jack Rowly, da GSMA (Groupe Speciale Mobile Association), uma associação dos operadores da telefonia móvel, fez uma verdadeira aula de capacitação institucional sobre o impacto das frequências electromagnéticas na saúde do consumidor.

Rowly debruçou-se sobre a natureza dos campos electromagnéticos, os possíveis riscos à saúde, os guiões da União Internacional das Telecomunicações relacionados com esta matéria, os limites da exposição humana aos sinais radioeléctricos e cálculos dos níveis de exposição.

Onde estamos

Praça 16 de Junho nr. 340
Bairro da Malanga, 848 Maputo

mapa

Telecomunicar

Organizações Internacionais

Contacto

Sede: +258 21 227100

Cell: +258 82 328 3850 / +258 84 398 5951

Email: info@incm.gov.mz

Praça 16 de Junho nr. 340 - Bairro da Malanga, 848 Maputo