Visualizar conteúdo web


Visualizar conteúdo web

INCM outorga licença à TMT

Maputo, 29.10,2015 O Instituto Nacional das Comunicações de Moçambique (INCM) – Autoridade Reguladora dos Sectores Postal e de Telecomunicações vai outorgar, esta sexta-feira, dia 30 de Outubro, à Empresa de Transporte, Multiplexação e Transmissão (TMT), o operador público de rede de televisão digital, a licença que a autoriza a codificar, multiplexar, transportar e difundir o sinal de radiodifusão televisiva digital terrestre no território nacional.

A TMT é uma entidade formada pelas empresas públicas Televisão de Moçambique (TVM), Rádio Moçambique (RM) e Telecomunicações de Moçambique (TDM), com a finalidade de operacionalizar a rede transporte e distribuição do sinal digital.

É de referir que o processo de migração digital em Moçambique conheceu os seus primeiros passos a 7 de Novembro de 2010, com a adopção pelo Conselho de Ministros, sua 44ª Sessão Ordinária, do padrão tecnológico DVB-T2 e a posterior criação da Comissão Nacional da Migração Digital (COMID) que entre outras atribuições foi incumbida para elaborar a Estratégia Nacional da Migração da Radiodifusão Analógica para a Digital.

Até ao presente momento, foram estabelecidas, dentre várias, premissas importantes visando a implementação do processo de migração digital em Moçambique, destacando-se a realização de seminários de Divulgação da Estratégia de Migração Digital em todas as capitais provinciais, as negociações destinadas ao financiamento da construção da rede digital e a criação da empresa de Transporte, Multiplexação e Transmissão (TMT).

Flash