Visualizar conteúdo web

INCM e KPMG discutem protecção das infra-estruturas nacionais críticas

Maputo, 29.10.2015 O Instituto Nacional das Comunicações de Moçambique (INCM) – Autoridade Reguladora dos Sectores Postal e de Telecomunicações e a KPMG, realizaram, hoje, em Maputo um evento denominado Pequeno-almoço de Negócios dedicado ao tema Protecção das Infra-estruturas Nacionais Críticas - Gestão da Continuidade do Negócio.

O seminário aproximou o Estado, no seu papel regulador, e as empresas públicas e privadas de sectores vitais para Moçambique,  no desígnio comum de assegurar a protecção das infra-estruturas nacionais críticas, criando uma oportunidade privilegiada de consciencialização, reflexão, divulgação de iniciativas, discussão de estratégias e troca de experiências.

Participaram cerca de 100 altos dirigentes, gestores seniores e outros quadros dos sectores de Águas, Energia, Aviação, Combustíveis, Financeiro e de Seguros, Educação, Comunicações, Comunicação Social, Administração da Justiça, bem como da Saúde.

As empresas e instituições dos sectores vitais,  reconhecendo os danos que as ameaças como desastres naturais, infra-estruturas obsoletas, fraca regulação, roubos e sabotagem, provocam à economia e à população do país,  têm vindo a tomar consciência da importância da gestão do risco e da continuidade de negócio para aumentar a sua resiliência e recuperar rapidamente as suas operações críticas em caso de catástrofe e evitar, consequentemente, os impactos negativos na sociedade. Os sectores Financeiro e das Comunicações dispõem, inclusive, de algumas recomendações dos respectivos reguladores nestas matérias.

Flash