Web edukia bistaratu

Conferência discute convergência dos média

Maputo, 29.11.2013 - Decorreu, nos dias 28 e 29 do corrente, na cidade de Maputo, a Conferência sobre a Convergência dos Média, organizada pelo Ministério dos Transportes e Comunicações (MTC) em parceria com o Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) e o Instituto Nacional das Comunicações de Moçambique (INCM).

A conferência, aberta oficialmente pelo ministro dos Transportes e Comunicações, Gabriel Muthisse, analisou e debateu vivamente as implicações e oportunidades existentes no sector, resultantes da convergência tecnológica e da implementação da nova Lei das Telecomunicações. Estiveram presentes representantes do sector das comunicações e das empresas jornalísticas nacionais e estrangeiras.

"Encorajamos a continuação de parcerias entre os diversos intervenientes na implementação do processo de convergência dos média, devendo-se incrementar cada vez mais a concertação entre os mais diversos actores das telecomunicações, tendo sempre em atenção a necessidade de prover melhores serviços aos cidadãos", disse o ministro.

Segundo a Presidente do Conselho de Administração (PCA) do INCM, Ema Chicoco, "a mutação tecnológica operada sem precedentes nos últimos 10 anos, envolvendo os sectores das telecomunicações, dos meios de comunicação social e das tecnologias da informação, configurou a emergência de um novo paradigma- o paradigma da convergência" (convergência tecnológica das redes e dos equipamentos, convergência de serviços e convergência de mercados).

A PCA do INCM frisou que "no contexto da convergência, os conteúdos interactivos, multimédia, juntamente com as condições comerciais de acesso e as diferentes possibilidades de utilização das redes, constituem as variáveis fundamentais da oferta dos operadores e dos prestadores de serviços de telecomunicações, independentemente do tipo básico de rede utilizado (cabo, rede pública comutada, rede móvel, entre outras).

Os temas debatidos relacionaram-se com as implicações da convergência sobre o sector, infra-estrutura, legislação e outros desafios da convergência, o desenvolvimento dos conteúdos e serviços face à convergência, o efeito da convergência nos média e regulação para a nova geração de redes de comunicação.

Foram apresentadores dos temas, Américo Muchanga (INCM), Arlindo Lopes (Multichoice), Márcia Socikwa (Independent Communications Authority of South Africa), Alcino Lavrador (Portugal Telecom), Simão Anguilaze (Gabinfo) e Massingue Apala (INCM). Participaram, nos diferentes painéis, Fernando Lima (jornal Savana), Daniel Macoo (Conselho Superior de Comunicação Social), Enoque Jerónimo (STV), Yunis Esmail (TDM), entre outras personalidades.

O Secretário Permanente do MTC, Pedro Inglês, fez notar, no acto de encerramento, que durante a conferência "interagimos e trocámos informações sobre o trabalho desenvolvido por todos os intervenientes aqui presentes, no processo de convergência tecnológica que se afigura irreversível".

Pedro Inglês frisou que "tivemos a oportunidade de trocar experiências com empresas nacionais e estrangeiras, reguladores das comunicações de Moçambique e África do Sul, permitindo-nos olhar para o processo de convergência com visão nacional, regional e internacional".

Flash